Agência parceira: Agência Parceira RGB Comunicação

Inovações tecnológicas cada vez mais presentes no campo

14/06/2017


O aumento da produtividade e mitigação de custos são as principais vantagens do uso de tecnologia no campo. Para o analista técnico da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e do Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag), Alexandro Alves, a tecnologia está cada vez mais presente nas áreas produtivas, quer seja na agricultura ou na pecuária. “A tecnologia potencializa a produção, facilita a logística e proporciona uma melhor gestão na produção”, diz. Para ele, na parte de comercialização, de igual forma, a tecnologia disponível da porteira para fora facilita, e muito, a vida do produtor rural, dando condições de acompanhar, de forma precisa, a produção até o comprador final.

Como exemplo de tecnologia utilizada no campo, o analista técnico cita a agricultura de precisão. Para ele, os detalhes contidos neste sistema são minuciosos e quando aplicado de forma correta é bastante visível. Outro destaque apontado por Alexandro, é a biotecnologia e demais recursos utilizados no campo, com a tendência de se avolumar com o passar dos anos. Mercado volátil, imprevisibilidades, intempéries climáticas, ocorrências de pragas e doenças são exemplos de como o setor sofre com variações. Para Alexandro, fazer o certo desde o começo, alcançando resultados, é fundamental em qualquer atividade agropecuária. Já que garante continuidade do negócio a longo prazo.

Alexandro Alves explica que apesar dos avanços, a produtividade tem se estagnado nos últimos anos. Ele diz que a tecnologia empregada no melhoramento de plantas ainda é um processo caro, mas há exemplos muito baratos e de sucesso como é o caso das variedades de cana-de-açúcar, desenvolvidas pelos programas universitários de melhoramento genético, com a Rede Universitária para o Desenvolvimento do Setor Sucroenergético (Ridesa), mostrando que parcerias públicas dão resultado.

Inovações

Sobre as novidades, no que se refere à cana-de-açúcar, Alexandro Alves cita o desenvolvimento da primeira variedade transgênica do mundo aprovado recentemente pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio), para uso comercial no Brasil. A tecnologia, presente em outras culturas, foi desenvolvida pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) e passou por uma rigorosa avaliação sob os aspectos ambiental, de saúde humana e animal. A principal característica desta variedade é a resistência à principal praga da cultura, a broca (Diatraea saccharalis).

No caso dos grãos e cereais, a transgenia também tem se desenvolvido bastante, sobrepondo algumas tecnologias já obsoletas. Prova disso, é que já existe materiais interessantes como a soja e milho, mais resistentes a alguns tipos de pragas e resistência a déficit hídrico. “Tem muita novidade vindo por aí, sempre com foco em melhorias na produtividade e capacidade de enfrentar melhor as intempéries climáticas e ataques de patógenos e vetores”, pontua o analista.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg)
  • Mascote

Vídeo em Destaque

Posse Presidente Aparecido Luiz

Posse Presidente Aparecido Luiz


Parceiros